Buscar
  • FRANCISCO ROJAS

Apontar o dedo para os outros: um vício com dias contatos



Olá amigos, tudo bem?


No texto de hoje resolvi fazer uma reflexão sobre como a atitude de apontar o dedo para comportamentos errados dos outros é muito mais fácil do que olhar para os próprios erros.

Se nossa vida é repleta de relacionamentos, sejam eles de amizade, profissionais, familiares ou amorosos saber se relacionar seria uma virtude. Mas, como se relacionar sem fazer julgamentos, e principalmente, sem achar que a culpa é sempre dos outros?

Toda vez que houver um conflito, um problema ou um desafio a ser enfrentado a forma mais inteligente e estratégico seria lidar com os fatores que eu posso mudar, certo? Então identificar onde estou falhando seria o primeiro passo para uma mudança real.

Então , porque se torna mais fácil eu sempre colocar a culpa no outro? No chefe, no colaborador, no governo, na crise, no pai, na mãe , no irmão ou na esposa e até ao universo todo.

Eu te respondo essa pergunta dizendo que assumir a responsabilidade por nossos conflitos ou por nossos erros dói.

Então por imaturidade, crença, vício é "sempre mais fácil achar que culpa é do outro" como diria Raul Seixas na música "Por Quem Os Sinos Dobram". https://www.letras.mus.br/raul-seixas/70211/

Felizmente esse tipo de comportamento estão com seus dias contados , principalmente para quem empreende.

Não olhar para os próprios erros, para os próprios limites e não ter autorresponsabilidade é mais que um erro imaturo de falta de inteligência emocional, é também um tremendo erro estratégico de gestão.

Ter autorresponsabilidade , saber identificar onde erramos é fundamental para corrigir a rota, refazer os planos, transformar nossa percepção e assim nossa realidade. Assumir os próprios erros é um poder que está ao nosso alcance aqui e agora.


A autorresponsabilidade é a capacidade racional e emocional de trazer pra si toda responsabilidade por tudo que acontece em nossa vida, por mais inexplicável que seja, por mais que pareça estar fora do seu controle e das suas mãos.


Por isso que digo que apontar o erros dos outros, por mais que eles errem mesmo, não é um caminho inteligente e está com os dias contados, principalmente no mundo do empreendedorismo onde buscamos diariamente resultados e novas ferramentas para obter nossas metas.


Sou Francisco Rojas, fotógrafo, jornalista e empreendedor.

Especialista em Retratos de Perfil Profissional e Fotojornalismo em Eventos Corporativo.


Portfólio: www.rojasfotografia.com.br

0 visualização

© 2020 por Rojas Fotografia   contato@rojasfotografia.com   11 976420711